Bicho da Seda na Dieta Ortomolecular


Novas pesquisa apontam o bicho da seda como  produtor de antinflamatórios não hormonais e de funções fibrinolíticas no sangue através da substância serrapeptidade produzida no intestino.

 

A larva do bicho da seda produz esta substância com a finalidade de quebrar o casulo.


A serrapeptidade pertence à classe das enzimas proteolíticas ,levando em consideração que a estrutura da parede do casulo é formada por proteína.


A serrapeptidade melhora o edema principalmente dos músculos, tendões e articulações. Pode ser utilizada nos entorses, traumatismos,hematomas , lesões de estiramento muscular e ruptura de ligamentos. Como tem função antinflamatória, ela reduz a dor, o calor, e a vermelhidão local.


Sabe-se que após um trauma desencadeia-se o processo inflamatório no qual várias enzimas são liberadas em cascata  produzindo dor ,edema e lesões dos tecidos.


Com sua função de quebra da fibrina, resultado final da inflamação, pode ser utilizada para prevenção de arteriosclerose ,de placas de colesterol que se depositam no interior das artérias
Pacientes com elevação do colesterol ruim, LDL, podem se beneficiar do uso contínuo desta substância.


A serrapeptidade é uma enzima proteolítica,isto é, desdobra a proteína presente  no processo inflamatório.


Pode ser utilizada em todos os processos inflamatórios com o otites ,sinusites ,artrites,cistos dentários, celulites e na prevenção de doenças cardíacas e arteriais quer vasculares periféricas,quer cerebrais.



Dra. Sylvana Braga - Autora do livro Dieta Ortomolecular. Pós graduada em Ortomolecular, Fisiatria, Reumatologia, Clínica médica.








líbero+

Copyright © Dieta Ortomolecular - Dra. Sylvana Braga - Todos os direitos reservados