Prática esportiva na Dieta Ortomolecular



A dieta ortomolecular e de extrema importância para a prática esportiva.na medida que ela equilibra o percentual de massagra e massa gorda e o índice de massa corporal de acordo com a idade, sexo,atividade laborativa e esportiva ela auxilia na  manutenção da saúde.


Na prática esportiva, principalmente naquelas em que háum gasto energético grande, existe uma liberação excessiva de radicais livres nos músculos e na circulação sanguínea causada pela baixa circulação local na hora da atividade muscular e pela hipóxia relativa ocorrida durante o exercício.


Estes radicais livres bombardeiam o músculo gerando cansaço muscular, astenia, perda da força muscular e também tendinites e sinovites.


Nestas atividades há uma demanda da glândula suprarrenal com produção e liberação massiça de adrenalina e noradrenalina na circulação sanguínea causando estresse oxidativo às células com cansaço, fraqueza muscular e perda da capacidade de realização dos movimentos isotônicos.


A adrenalina envelhece as células dos músculos, alteram sua estrutura e forma.


A alimentação antes com carboidratos e após dos exercícios com proteínas mantem os múculos e gera energia para realizá-los. mas há necessidade de equilibrar a tireoide, o pâncreas, a suprarrenal e o fígado para que acelerem o metabolismo, corrijam o estresse e mantenham as funções de detoxicação do fígado.


Todos aqueles que fazem atividade física devem submeter-se à uma análise detalhada do perfil vitamínico, da dosagem dos hormônios e do meabolismo das gorduras e dos açúcares.


Na dieta ortomolecular melhoramos o metabolismo basal, auxiliamos o bom funcionamento do pâncreas, da tireoide e do fígado e repomos os minerais e vitaminas que são consumidos durante a atividade física.


Existe uma ganho de massa com eliminação das toxinas que são acumuladas no sangue durante o exercício físico.


Minerais como selênio, zinco, sódio, potássio são fundamentais na boa manuteção dos músculos, ossos e articulações.


Reposição de vitaminas como vitamina d e e podem ser úteis para a energia necessária ao exercício.


Logo concluímos que, para realizar uma boa atividade física faz-se necessário um acompanhamento nutricional e ortomolecular prévio e uma dieta balanceada direcionada para cada tipo de atividade física.


Dra. Sylvana Braga, ortomolecular, reumatologista, clínica médica, pós graduada em ortomolecular.
Autora do livro Dieta Ortomolecular.











líbero+

Copyright © Dieta Ortomolecular - Dra. Sylvana Braga - Todos os direitos reservados