Estudo das Doenças Ósseas no Envelhecimento na Dieta Ortomolecular


Introdução

 

As doenças ósseas desde remotos tempos sempre permearam o envelhecimento causando impactos socioeconômicos.

 

Suas causas são desconhecidas em muitos casos e fazem parte da degeração de células ,tentativa de regeneração e desgate ósseo secundário.

 

Suas deformidades e limitações são consequências inevitáveis de sua evolução.

 

Dentre as doenças ,mais comuns podemos citar  osteoporose senil e  pós menopausa.

 

Ssabemos que a osteoporose pode ser evitada e prevenida a partir dos 40 anos ,seja através de medicamentos e medidas dietéticas.

 

A supressão do fumo e do alcóol muito contruibuem para evitar sua instalação.

 

Segundo karam e cols,rev. bras. med. esporte 5(3) 86-92- maio- junh0 1999. pacientes que fizeram voleibol desenvolveram aumento de massa óssea medido pela densitometria óssea.

 

Já lucia costa- paiva na rv, brasil. de ginecologia e obstetrícia vol 25 ,nº7,agosto 2003,mostra que mulhres com baixo nível educacional tem incidência maior de osteoporose.

 

No tratado de gerontologia e geriatria,ed koogan 2002,pag 515,521 e 528,pereira e mendonça referem-se à preveção como excelente arma para o combateà osteoporose.

 

A reposição de vitamina d quatro vezes ao mês evitou fraturas e diminuiu  a taxa de mortalidade em mulheres em estudo duplo cego ,randomizado relatado no br. med. journal,2003,326:469,472 segundo trieved e cols.

 

A reposição de fitoestrôgenos em mulheres pode aumentar o número de osteoblastos e as trabéculas ´óseas segundo richards e moore artigo publicado no j. cel biochem,2002,84(4):725-35.

 

 

Justificativa

 

Visamos estudar o impacto socioeconômico da osteoporose na população idosa.

 

Por ser uma doença insidente e silente pode evoluir sem sintomas e sinais por anos.

 

Ainda não há nenhum estudo demográfico,sociocultural ,dietético e fisioterapêutico da doença osteoporótica .

 

mormente estudos multicêntricos correlacionando tratatamento e prevenção da doença.

avaliaremos suas complicações e morbidade reveremos medidas nutricionais , terapêuticas e físicas.

 

Objetivos

 

Avaliar a população brasileira e suas incidência e prevalência na doença osteoporótica.

 

Traçar métodos e estratégias terapêuticas na prevenção e na detecção da osteoporose.

 

Ampiliar o espectro de tratamento para a população brasileira sugerindo as medidas mais viáveis ,de baixo custo e acessíveis à  ela.

 

 

Metodologia

 

Revisão bibliográfica da doença osteoporótica em nosso país.


Pesquisa de novos tratamentos para esta doença no território nacional.


Pesquisa de novos tratamentos fitoterápicos que auxiliem a prevenção e tratamento desta doença.


Avaliação da literatura nacional sobre o  tema.


Revisão da  literatura internacional  e sua empregabilidade à nosso país.

 

 

Referências bibliográficas

 

tratatado de reumatologia- kelley e cols.

tratado de doenças reumáticas- macarthy e cols

current rheumatology.

the washington manual-kevin latitis

reumatologia  diagnóstico e tratamento-marco antônio carvalho.

reumatologia essencial – caio moreira.

reumatologia – prática- thelma larocca.

 

 Ccronograma

 

 

atividades-1º semestre 2011

- cursar  2 disciplinas (5 e 6ª feiras) manhã.

- 4ªs feiras- 1 x mês-manhã.

-coleta de dados para projeto de trabalho.

atividades  2º semestre 2011

-cursar 2 disciplinas ( 5 e 6ª feiras –manhã).

-4ªs feiras 1 x mês.

-revisão de dados do projeto de trabalho.

 

atividades 1º semstre 2012.

-cursar 2 disciplinas(5ª e 6ª feiras – manhã).

- 4ªs feiras 1 x mês.

-início da conclusão do trabalho

atividades do 2º semstre de 2011.

-4ªs feiras 1 x mês.

-análise e conclusão do trabalho.

-apresentação do trabalho científico.



Dra. Sylvana Braga - Autora do livro Dieta Ortomolecular. Pós graduada em Ortomolecular, Fisiatria, Reumatologia, Clínica médica.








líbero+

Copyright © Dieta Ortomolecular - Dra. Sylvana Braga - Todos os direitos reservados